Hércules Azevedo Desejo Poetizar
Vivo poetizo
Textos
O beijo surgiu para ser beijado, ele é um beija-flor incansável.
Às vezes suave, em outras escandalosamente dado.
Um pequeno toque em sua cútis inviolável.
Pode ser roubado.
 
Um certo autor  dele fez um romântico incurável.
Um dom Juan, lascivo e ainda assim amado.
Uma camisa cujo Batom em tom vermelho foi flagrado.
Um militante que descobriu que o amor precisa ser libertado.
 
Beije seu pudor!
Beije independente de quem lhe beijou.
Beijar cura a dor.
 
Ele não deve ser comprado, não custa nada se compartilhado.
É coisa divina… tem poder,
Regenera a alma e cura a ferida.
Em outra língua, então, digo: Kiss but don't cover.
 
Imagem
Beijo
Disponível em: < https://3.bp.blogspot.com/-3a5IYfniWiY/TaXUGmbyaVI/AAAAAAAAAdo/vqbfq2y9daA/s1600/beijo.jpg>. Acesso em 23/05/2021.
 
Hércules Azevedo
Enviado por Hércules Azevedo em 23/05/2021
Alterado em 26/05/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras