× Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Hércules Azevedo Desejo Poetizar
Vivo poetizo
Textos
Violentos


Os violentos continuam em
sua marcha.
Ungidos em armas
e infernais fardas.
Vigilantes defensores
de suposta "ordem".
Condenam a morte
quem não os
queira obedecer.
Sacam e atiraram
não se importam.
Esperam na porta
se gente foi morta.
Podem matar,
mas não querem
morrer.
Idolatram cemitérios
onde acumulam seus
unguentos sangrentos.
Cheios de posses
medem a vida...
em cartuchos e covas.
Ostentam símbolos
de seu bélico poder.
Hércules Azevedo
Enviado por Hércules Azevedo em 25/08/2020
Comentários